Comitê Científico
Eliane Santana Dias Debus (UFSC)

elianedebus@hotmail.com

Possui graduação em Letras Licenciatura Português e Inglês pela Fundação Educacional de Criciúma (1991), mestrado em Literatura pela Universidade Federal de Santa Catarina (1996) e doutorado em Lingüística e Letras pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (2001). Atualmente é professora da Universidade Federal de Santa Catarina, atuando no Departamento de Metodologia de Ensino e no Programa de pós-Graduação em educação.. É líder do Grupo de Pesquisas LITERALISE: Grupo de pesquisa em literatura Infantil e juvenil e práticas de mediação literária, da Universidade Federal de Santa Catarina. Tem experiência na área de Educação e Letras, com ênfase em Literatura Infantil e Juvenil, atuando principalmente nos seguintes temas: literatura infantil, literatura infantil e juvenil, formação de leitores, formação de professores e leitura literária.

Mais informações

Carlos Alberto Silva (FURB)

carlosnago@yahoo.com.br

Doutor em Ciências da Linguagem pela Universidade do Sul de Santa Catarina (2016), mestre em Literatura Brasileira pela Universidade Federal de Santa Catarina (2003) e graduação em Letras pela Fundação Universidade Regional de Blumenau (1997). Coordenador do Núcleo de Estudos Negros (Neab/Furb). Apresentador do programa semanal Batuque na Cozinha pela Furb FM e apresentador do programa semana de entrevistas Cidadania em Debate pela Furb TV. Tem experiência na área de Comunicação, com ênfase em Organização Editorial de Jornais, atuando principalmente nos seguintes temas: arte; cultura negra (samba); publicidade; propaganda, slogan, marca, identidade, jornalismo; crônica; jornalismo; narrativa; literatura e imagem; revista; publicidade; propaganda.

Mais informações

Deivison Moacir Cezar de Campos (ULBRA)

deivisondecampos@gmail.com

Doutor em Ciências da Comunicação pela Universidade do Vale do Rio dos Sinos. Jornalista formado pela Unisinos e mestre em História Social pela PUCRS, com especialização em História Contemporânea na Fapa. Coordena o Bacharelado em Jornalismo, os cursos de Comunicação Social – Publicidade e Propaganda e Relações Públicas, e o Núcleo de Estudos Afro-brasileiro e Indígena da Universidade Luterana do Brasil. Integra o grupo de instituição da área de Comunicação da Associação Brasileira de Pesquisadores Negros (ABPN). Tem experiência na área de Comunicação, com ênfase em práticas jornalísticas, mídias sonoras e pesquisa em Comunicação. Realiza estudos sobre o negro na sociedade brasileira, com ênfase em pertencimento, experiência estética e música.

Mais informações

Angela Maria de Souza

Pró-Reitora de Extensão da UNILA – Universidade Federal da Integração Latino-Americana. Possui graduação em Ciências Sociais pela Universidade Federal de Santa Catarina (1994), Mestrado (1998) e Doutorado (2009) em Antropologia Social e Pós-doutorado no Programa de Pós-Graduação Interdisciplinar em Ciências Humanas, na mesma Universidade. É Docente da UNILA no curso de Antropologia e no Mestrado PPG-IELA – Programa de Pós-Graduação Interdisciplinar em Estudos Latino Americanos. Coordena o NEALA – Núcleo de Estudos Afro Latino Americanos. É associada da ABA – Associação Brasileira de Antropologia e da ABPN – Associação Brasileira de Pesquisadores/as Negros/as. Tem experiência na área de Antropologia, com ênfase em Antropologia Afro Brasileira e Antropologia Urbana, atuando principalmente nos seguintes temas: movimento hip hop, rap, relações étnico-raciais, Mulheres Negras, diáspora, consumo, música, ações afirmativas. Atua e coordena Projetos de Extensão na área de Educação das Relações Étnico-raciais com professores da rede pública de ensino para a implementação das Leis 10.639/03 e 11.645/08.

Mais informações

Dr. Elison Antonio Paim

Possui graduação em História pela Universidade Federal de Santa Maria (1986), mestrado em História pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (1996) e doutorado em Educação pela Universidade Estadual de Campinas (2005). Professor Adjunto da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), lotado no Departamento de Metodologia de Ensino (MEN) do Centro de Educação. Vice-coordenador do Mestrado Profissional em Ensino de História de junho de 2014 a junho de 2016. Coordenador do Programa de Pós-Graduação em Educação – PPGE. Professor Permanente do Programa de Pós-Graduação em Educação (PPGE). Vice-líder do Grupo de Pesquisas Patrimônio, Memória e Educação (PAMEDUC -UFSC), vice-líder do Grupo de Pesquisas Rastros (USF), membro do Grupo de Pesquisas Kairós (Unicamp) , Tem experiência na área de História e Educação, com ênfase em Praticas de Ensino, Experiências de Ensino. Desenvolve trabalhos de Ensino, Pesquisa e orientação de Tcc, mestrado e doutorado nos seguintes temas: estagio; formação docente; experiencia, memória; fazer-se professor, historia; ensino de historia, memória e patrimônio cultural, educação para as relações étnico raciais.

Mais informações

Georgina Helena Lima Nunes (UFPel)

geohelena@yahoo.com.br

Possui graduação em Educação Física e Técnico em Desporto pela Universidade Federal de Pelotas (1989), Especialização em Educação Psicomotora (2001) URCAMP, Especialização em Educação UFPel (1994), Mestrado em Educação pela Universidade Federal de Pelotas (1997) e Doutorado em Educação pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (2004). Atualmente é professor adjunto da Universidade Federal de Pelotas, Faculdade de Educação, tem experiência na área de Educação, com ênfase em Educação Rural, Educação das Relações Raciais, Educação Quilombola e Gênero, Políticas Afirmativas no Ensino Superior. Lider do Grupo de Pesquisa Movimentos Sociais e Educação (MovSE).

Mais informações

Giane Vargas Escobar (UFSM)

giane2.vargasescobar@gmail.com

Doutora em Comunicação pelo Programa de Pós-Graduação em Comunicação pela Universidade Federal de Santa Maria – POSCOM/UFSM (2017), na linha de pesquisa Mídia e Identidades Contemporâneas. Foi Professora Substituta do Curso de Bacharelado em Museologia da Universidade Federal do Rio Grande do Sul -UFRGS (2015-2016). Realizou estágio de Doutorado Sanduíche no Programa Doutoral em Estudos Culturais (PDEC), pelas Universidades de Aveiro-Minho, em Portugal (2014), no Departamento de Línguas e Culturas da Universidade de Aveiro, com bolsa CAPES. É Conselheira da Fundação Cultural Palmares-MinC como representante da academia. É Mestre em Patrimônio Cultural pela UFSM (2010). Especialista em Museologia pelo Centro Universitário Franciscano/UNIFRA (2002). Graduada em Letras pela Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras Imaculada Conceição/FIC (1988). É responsável pelo Projeto Museológico de criação e revitalização do Museu Treze de Maio de Santa Maria, o primeiro museu da cultura afro-brasileira do Estado do RS, atuando como Diretora Técnica no período 2003-2012. Coordenadora Executiva do projeto Portal para os Clubes Sociais Negros do Brasil desde 2009. Foi agraciada pela Fundação Manneby com o prêmio “Museum Prize Winner 2014”, na cidade de Gotemburgo, na Suécia.Tem experiência na área de educação, gestão, preservação de acervos e conservação de bens culturais, Museologia e Patrimônio Cultural, com ênfase em Museologia Social e Comunitária. Tem interesse nos seguintes temas/áreas: Comunicação, Estudos Culturais, mulheres negras, clubes sociais negros, cultura afro-brasileira, museus comunitários e ecomuseus. Membro efetivo da Associação Brasileira de Ecomuseus e Museus Comunitários, a ABREMC. É pesquisadora associada à ABPN – Associação Brasileira de Pesquisadores Negros. É investigadora voluntária na Agência Irenne de Comunicação e Educação para a Cidadania e Igualdade de Género do PDEC. Membro do Grupo de Pesquisa Estudos Culturais e Audiovisualidades do Curso de Comunicação da UFSM e do Grupo Género em Discussão, do Programa Doutoral em Estudos Culturais da Universidade de Aveiro, em Portugal.

Mais informações

Hilton Costa (UEM)

angolapr@gmail.com

Graduado em História pela Universidade Federal do Paraná (2002), Mestre em História pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (2004), Graduado em Ciências Sociais pela Universidade Federal do Paraná (2010), Doutor em História pela Universidade Federal do Paraná (2014). Áreas de interesse e pesquisa são: História dos Intelectuais e das Intelectuais, História das Ideias, Relações Raciais no Brasil, Sociologia do Conhecimento. Professor Adjunto do Curso de Ciências Sociais da Universidade Estadual de Maringá (UEM-PR).

Mais informações

Francis Solange Vieira Tourinho (UFSC)

francistourinho@gmail.com

Atualmente é Secretária de Ações Afirmativas e Diversidades, SAAD/UFSC. Professora Adjunto IV do Departamento de Enfermagem da Universidade Federal de Santa Catarina – UFSC. Editora Associada da Revista Texto e Contexto Enfermagem. É membro fundadora do Laboratório de Inovação tecnológicas em Saúde – LAIS/HUOL/UFRN, Vice- Líder do Laboratório de Investigação do Cuidado, Segurança, Tecnologias em Saúde e Enfermagem – LABTEC/UFRN, Vice-Líder do Grupo de Pesquisa Cuidando e Confortando – C&C/UFSC e colaboradora do Curso FAIMER-BR. Tem experiência na área de Enfermagem, atuando principalmente nos seguintes temas: pesquisa clínica em enfermagem, ensino de profissionais de saúde, enfermagem pediátrica, segurança do paciente, uso racional de medicamentos, urgências e emergências, tecnologias em saúde . Possui graduação em Graduação Em Enfermagem pela Universidade Federal de Santa Catarina (1992), aprimoramento em Enfermagem Toxicológica pela Universidade Estadual de campinas (1994), mestrado em Farmacologia pela Universidade Estadual de Campinas (2000) e doutorado em Saúde da Criança e do Adolescente pela Universidade Estadual de Campinas (2008). Possui Título de Especialista em Enfermagem Pediátrica pela SOBEPE (2003). Fellow FAIMER-BR 2011. Foi pesquisadora no Laboratório de Telemedicina do HU na Universidade Federal de Santa Catarina com bolsista de desenvolvimento tecnológico I (DTI – I) . Foi Coordenadora de Pesquisa do Programa de Pós-Graduação em Enfermagem da UFSC. professora do Departamento de Enfermagem da Universidade Federal do Rio Grande do Norte, atuando na graduação e Pós graduação de enfermagem (Mestrado e Doutorado Acadêmico). Coordenadora do PET-Saúde, Coordenadora Operacional do Doutorado Inter-Institucional em Enfermagem UFSC/UFRN. 

Mais informações

Dra. Fernanda Souza de Bairros

Nutricionista (2004) e Mestre em Saúde Coletiva (2006) pela Universidade do Vale do Rio dos Sinos. Doutorado em Epidemiologia pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul , com período de Doutorado Sanduíche na Agència de Salut Pública de Barcelona, Espanha (2013). Pós-doutorado em Saúde Coletiva pela Universidade do Vale do Rio do Sinos (2016). Atualmente é Professora Adjunta da Universidade Federal do Rio Grande do Sul, atuando no Curso de Bacharelado em Saúde Coletiva e no Programa de Pós-Graduação em Saúde Coletiva. Atua também como pesquisadora colaboradora no Programa de Pós-graduação em Saúde Coletiva da Universidade do Vale do Rio dos Sinos. Possui experiência nas áreas de Nutrição, Saúde Coletiva e Epidemiologia. Desenvolve ensino, pesquisa e extensão principalmente nos seguintes temas: iniquidades em saúde, raça/cor, gênero e segurança alimentar e nutricional.

Mais informações

Ivanilde Guedes de Mattos (UEFS)

ivyfirmina@gmail.com

Doutora e Mestre em Educação e Contemporaneidade pela Universidade do Estado da Bahia/UNEB; Pós-Graduação em Metodologia do ensino da Educação Física e Esporte pela UNEB; Licenciada em Ed. Física pela Universidade Católica do Salvador/UCSAL. Atualmente docente do curso de Licenciatura em Ed. Física da Universidade Estadual de Feira de Santana-UEFS; Membro da Comissão de Ações Afirmativas da UEFS; Líder do Grupo de Pesquisa Firmina(CNPq): Pós Colonialidade, Educação, História e Ações Afirmativas. Filiada da Associação Brasileira de Pesquisadores Negros-ABPN e dos pesquisadores Negros da Bahia-APNB. Vice-Coordenadora do Instituto de Estudos Africanos e da Diáspora-IEADI. Membro da comissão da 1 Marcha do Empoderamento Crespo de Salvador.

Mais informações

Ione da Silva Jovino

ionejovino@gmail.com

Possui graduação em Letras pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (1997), mestrado em Educação (2005) pela Universidade Federal de São Carlos e doutorado em Educação (2010) e atualmente faz estágio de Pós-doutorado em Educação (inciado em janeiro de 2017) na mesma universidade. Docente do Departamento Estudos da Linguagem da UEPG, na área de Estágio de Língua Portuguesa e Literatura, e do Mestrado em Linguagem, Identidade e Subjetividade, tendo atuado na Coordenação do Programa de agosto de 2013 a dezembro de 2016. É integrante do Núcleo de Relações Étnico-raciais, Gênero e Sexualidade da UEPG no qual participa de ações de pesquisa e extensão, bem como em cursos de formação de professoras e professores. Atuou no Programa Institucional de Bolsas de Iniciação à Docência e na produção de material didático para o ensino de línguas na perspectiva das africanidades e da educação das relações étnico-raciais, ligada ao subprojeto PIBID Letras/Espanhol-Português. Trabalha com os seguintes temas: criança, infância e raça; literatura infanto-juvenil e relações étnico-raciais; educação e diversidade étnico-racial-cultural; iconografia e representação; desigualdades no plano simbólico.

Mais informações

Josafá Moreira da Cunha (UFPR)

josafas@gmail.com

É graduado em Psicologia, Mestre e Doutor em Educação pela Universidade Federal do Paraná. Tem experiência em Psicologia e Educação, atuando principalmente nos seguintes temas: discriminação, bullying e vitimização entre pares, interações alunos-professores, desempenho acadêmico. Membro eleito do Conselho Executivo da Society for Research of Adolescence (2012-) e da International Society for the Study of Behavioral Development (2014-), representante eleito de Estudantes e Jovens Profissionais no International Affairs Committee da Society for Research of Child Development (2013-), Social Media Editor da International Society for the Study of Behavioral Development (2010-). Atua como Professor Adjunto no Departamento de Teoria e Fundamentos da Educação da Universidade Federal do Paraná.

Mais informações

Ivo Pereira de Queiroz (NEABI-UTFPR)

ivoaxe@gmail.com

Possui graduação em Filosofia pela Pontifícia Universidade Católica do Paraná (1985) e mestrado em Tecnologia pela UTFPR – Universidade Tecnológica Federal do Paraná (2001). Concluiu doutorado em Tecnologia, pela UTFPR (2013). Atualmente é professor da UTFPR, onde ministra aulas de Filosofia, Ética, História, Sociologia e Metodologia de Pesquisa e Presença Africana no Brasil: Tecnologia e Trabalho. Atua principalmente nos seguintes temas: Africanidades (Consciência negra. Educação das Relações interétnicas. Escravidão. Racismo). Cidadania. Educação Tecnológica. Epistemologia. Tecnologia.

Mais informações

Dra. Joana Célia dos Passos

Possui graduação em Pedagogia, Mestrado (1997) e Doutorado em Educação (2010) pela Universidade Federal de Santa Catarina. Realizou estágio Pós-doutoral em Sociologia Política no PPGSP/UFSC. Atualmente é docente no Departamento de Estudos Especializados em Educação do Centro de Ciências da Educação/UFSC na área Organização de Processos Educativos e na disciplina Diferença, Estigma e Educação. É líder do grupo de estudos e pesquisas Alteritas: Diferença, Arte e Educação e vice-líder do Núcleo Vida e Cuidado (NUVIC) ambos do Centro de Educação da UFSC, e pesquisadora associada ao Instituto Nacional de Ciência e Tecnologia em Inclusão no Ensino Superior e na Pesquisa ? Núcleo de Santa Catarina (INCTi-SC/UFSC). Foi consultora da UNESCO e do PNUD na formulação de políticas DE educação de jovens e adultos. É membro do Fórum Estadual de Educação das Relações Étnico-Raciais. Atualmente é Coordenadora de Relações Étnico-Raciais na Secretaria de Ações Afirmativas e Diversidades (CRER/SAAD) na UFSC. Desenvolve pesquisas em Educação e Relações Raciais, com foco em: política curricular, educação de jovens e adultos, formação de professores e ações afirmativas.

Mais informações

Maria Aparecida Rita Moreira (SEE)

cida25fevereiro@gmail.com

Possui doutorado em Literatura pela Universidade Federal de Santa Catarina (2014) e mestrado em Letras Inglês pela Universidade Federal de Santa Catarina (2001). Atualmente é professor – Secretaria de Educação e Inovação do Estado de Santa Catarina. Tem experiência na área de Letras, com ênfase em Teoria Literária, atuando principalmente nos seguintes temas: literatura infanto-juvenil, literatura brasileira, Educação para Relações Étnico-Raciais (ERER), formação continuada (presencial e a distância) e projetos interdisciplinares.

Mais informações

Lucimar Dias

lucimar_dias@uol.com.br

Professora da Universidade Federal do Paraná no curso de Pedagogia. Atua no Programa de Pós-Graduação em Educação do Setor de Educação na Linha de Educação: Diversidade, Diferenças e Desigualdades. Coordenadora do NEAB – Núcleo de Estudos Afro-brasileiros da UFPR. Trabalhou na Universidade Federal do Mato Grosso do Sul (Campus de Três Lagoas) de 2009 a 2013. Fez o doutorado em Educação na Universidade de São Paulo e mestrado na UFMS. Sua experiência em docência começou nas séries iniciais do ensino fundamental em redes públicas e privadas. Suas pesquisas e atividades de extensão enfatizam a diversidade étnico-racial e práticas promotoras da Igualdade Racial na Educação Infantil, Formação de Professores/ras e Currículo. Realiza consultoria desde 2003 em diversos programas desenvolvidos pelo Centro de Estudos das Relações de Trabalho e Desigualdades – CEERT e MEC. Co-autora da Coletânea Outras Histórias … Culturas Afro-brasileiras e Indígenas e a autora do livro infantil “Cada um é de um jeito, cada jeito é de um”. Possui vários artigos publicados em revistas, periódicos e jornais sobre políticas de educação infantil e a diversidade étnico-racial.

Mais informações

Lia Vainer Schucman (USP)

liavainers@gmail.com

Possui graduação em Psicologia pela Universidade Federal de Santa Catarina (2003), mestrado em Psicologia pela Universidade Federal de Santa Catarina (2006) e doutorado em Psicologia Social pela Universidade de São Paulo (2012) Com estagio de Doutoramento no Centro de Novos Estudos Raciais na Universidade da California, Santa Barbara. Atualmente é bolsista FAPESP na pesquisa de pós-doutoramento “Familias Inter-raciais, estudo psicossocial das hierarquias raciais em dinâmicas familiares” pela USP. Tem experiência na área de Psicologia, com ênfase em movimentos sociais, atuando principalmente nos seguintes temas: racismo, psicologia social, branquitude, movimentos sociais e Publicou recentemente o livro “Entre o encardido, o branco e o branquissimo:Branquitude, Hierarquia e Poder na Cidade de São Paulo.

Mais informações

José Rivair Macedo (UFRG)

jrivair@uol.com.br

Possui graduação em Licenciatura em História pela Universidade de Mogi das Cruzes (1985) e doutorado em História Social pela Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da USP (1993). Atualmente é Professor Titular no Departamento de História da UFRGS; professor do quadro permanente do Programa de Pós-Graduação em História da UFRGS, pesquisador do CNPQ desde 1995, com Bolsa de Produtividade em Pesquisa Nível 1D; Coordenador do Núcleo de Estudos Afro-Brasileiros, Indígenas e Africanos da UFRGS; Coordenador da Rede Multidisciplinar de Estudos Africanos do Instituto Latino-Americano de Estudos Avançados da UFRGS. Tem experiência na Área de História, com ênfase em História das Sociedades Africanas Antigas, atuando principalmente nos seguintes temas: africanos e portugueses no contexto da abertura do Atlântico (séculos XV-XVII); fulas e mandingas na Senegâmbia e na Guiné (séculos XV-XVIII); tendências de abordagem da africanologia. Desde 2007 vem atuando na produção e divulgação do conhecimento da história das sociedades africanas, tendo coordenado a publicação do livro Desvendando a História da África (EDUFRGS, 2008), História da África (Coleção Síntese Universitária, Ed. Contexto, 2013) e coordenado o projeto de cooperação entre a UFRGS e a Secretaria de Educação Continuada, Educação e Diversidade do Ministério da Educação (SECAD-MEC) que resultou na produção do Vídeo-documentário Viajando pela África com Ibn Battuta (2010). Realizou estágio sênior da CAPES junto à Universidade de Lisboa, com o plano de atividades em torno do tema: “Portugueses e africanos no contexto da abertura do Atlântico” (2012). É sócio da Academia Portuguesa da História e da Associação Brasileira de Pesquisadores Negros, e da Comissão Editorial da Revista da ABPN.

Mais informações

Dra. Karine de Souza Silva

Professora dos Programas de Pós-graduação stricto sensu em Relações Internacionais e em Direito da Universidade Federal de Santa Catarina. É titular da Cátedra Jean Monnet – outorgada oficialmente pela União Europeia – e da Cátedra Sérgio Vieira de Mello ACNUR/ONU. Pesquisadora Produtividade em Pesquisa PQ CNPq. Realizou Estágio pós-doutoral no “Institute for International and European Policy” da Katholieke Universiteit Leuven e Estágio Sênior na Université Libre de Bruxelles, Bélgica. Doutora e Mestre em Direito (com concentração em Relações Internacionais) pela Universidade Federal de Santa Catarina; Fez Estágio Doutoral na Universidad de Sevilla /Espanha. Fez Pós-graduação lato sensu em Integração Regional na Universidad Internacional de Andalucía, Espanha. Realizou visita-estágio no Tribunal de Justiça da União Européia, em Luxemburgo e no Parlamento Europeu, em Bruxelas. Professora visitante da Universidade Técnica de Moçambique, da Universidade do Minho, em Portugal, da Université Libre de Bruxelles, na Bélgica, e da Universidad de Valladolid, Espanha. Consultora ad hoc do CNPq, da CAPES, da FAPESC, do MEC e da União Europeia. Participou como observadora da Missão das Nações Unidas para estabilização do Haiti (MINUSTAH). É coordenadora do “EIRENÈ – Núcleo de Pesquisas e Extensão sobre as Organizações Internacionais e a promoção da Paz, dos Direitos Humanos e da Integração Regional” – e do projeto de extensão “Apoio a Imigrantes e Refugiados” (NAIR/Eirenè/UFSC). Tem experiência na área de Epistemologias do Sul, abordagens Pós-coloniais e Decoloniais aplicadas ao Direito Internacional e às Relações Internacionais, com ênfase em: 1) Organizações Internacionais; 2) Integração Regional; 3) Estudos Africanos; 4) Direito Internacional Humanitário, Diáspora africana, migrações e refúgios; 5) Missão das Nações Unidas para estabilização do Haiti (MINUSTAH);. Homepage: http://irene.ufsc.br/

Mais informações

Paulo Vinícius Baptista da Silva (UFPR)

pauloviniciusufpr@gmail.com

Possui Bacharelado e Licenciatura em Psicologia pela Universidade Federal do Paraná (1991), Mestrado em Educação pela Universidade Federal do Paraná (1996) e Doutorado em Psicologia (Psicologia Social) pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (2005). Foi Editor da Educar em Revista (2009-2011), Coordenador do Programa de Pós-Graduação em Educação (2011-2012), coordenador do GT Educação e Relações Raciais da ANPED (2010-2011), vice-coordenador do mesmo GT (2008-2009; 2012-2013), representante da Região Sul na Diretoria da Associação Brasileira de Pesquisadores/as Negros/as (ABPN – 2010-2012). Atualmente é bolsista produtividade 2 do CNPQ, atua no Programa de Pós-Graduação em Educação (PPGE-UFPR) e Núcleo de Estudos Afro-Brasileiros (NEAB-UFPR). Tem experiência na área de Educação, atuando principalmente nos seguintes temas: relações raciais, racismo, políticas afirmativas, construção social da infância, políticas para a infância.

Mais informações

Marivânia Conceição de Araújo (UEM)

marivaniaaraujo@yahoo.com.br

Possui mestrado em Desenvolvimento,Agricultura e Sociedade pela Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro (1997) e doutorado em Sociologia pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (2004). Atualmente é professor titular da Universidade Estadual de Maringá. Tem experiência na área de Antropologia, com ênfase em Antropologia Urbana, atuando principalmente nos seguintes temas: antropologia urbana, maringá, identidade social, relações raciais e habitação. É pesquisadora do Observatório das Metrópoles – Núcleo Região Metropolitana de Matingá – CNPq – Instituto do Milênio.

Mais informações

Paulino de Jesus Cardoso (UDESC)

paulino.cardoso@gmail.com 

Possui graduação em História pela Universidade Federal de Santa Catarina (1988), mestrado em História pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (1993) e doutorado em História pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (2004). Pró-Reitor de Extensão, Cultura e Comunidade da UDESC (2008/2012), membro da Comissão Assessora de Diversidade para Assuntos Relacionados a Educação dos Afro-Brasileiros – CADARA/MEC (2003/2015), membro do Conselho Nacional de Promoção da Igualdade Racial – CNPIR/SEPPIR (2012/2016), presidente da Associação Brasileira de Pesquisadores Negros – ABPN (2012-2017). Atualmente é Diretor da Associação de Investigadores Negros da América Latina e Caribe (AINALC), Secretário Nacional de Educação da União de Negros pela Igualdade – UNEGRO, Coordenador do Núcleo de Estudos Afro-Brasileiros da UDESC, consultor – Casa das Áfricas, membro de Comissão Acompanhamento da Lei de Cotas do Ministério da Educação e professor associado – dedicação integral da Universidade do Estado de Santa Catarina. É Tem experiência na área de História, com ênfase em História e Populações de Origem Africana no Brasil e Em Santa Catarina, atuando principalmente nos seguintes temas: negros, história, educação, Santa Catarina e populações de origem africana.

Mais informações

Maria Nilza da Silva (UEL)

mnilzap@gmail.com

Foi pesquisadora convidada e realizou o Pós-Doutoramento no Centre d’ Analyse et d’ Intervention Sociologiques, junto a École des Hautes Études en Sciences Sociales – CADIS/EHESS em Paris entre maio de 2010 e abril de 2011. No período foi bolsista da Capes. Concluiu o Doutorado em Ciências Sociais pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo em 2004. Foi bolsista produtividade de março de 2009 a fevereiro de 2015. Atualmente é Professora Associada da Universidade Estadual de Londrina, com atuação no curso de Graduação e Pós-Graduação em Ciências Sociais. Publicou vários livros, artigos em periódicos especializados e trabalhos em anais de eventos. Possui vários itens de produção técnica. Participou de eventos no exterior e no Brasil. Recebeu prêmios e/ou homenagem. Desde 2005 coordena projetos de pesquisa sobre as Relações Raciais e a Segregação Urbana. Coordena o projeto de extensão LEAFRO – Laboratório de Cultura e Estudos Afro-Brasileiros, que contou com o financiamento da Secretaria de Estado da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior do Paraná – SETI, entre os anos 2009 e 2011. Em 2014 o LEAFRO foi novamente aprovado pela SETI e contemplado com financiamento. Coordena também o PROPE – Programa de apoio ao Acesso e Permanência para a Formação do estudante da UEL. Atua na área de Sociologia com ênfase em Relações Raciais e População Afro-Brasileira. Foi membro da Comissão Técnica Nacional de Diversidade para Assuntos Relacionados à Educação dos Afro-Brasileiros – CADARA, do Ministério da Educação de 2006 a 2010. Desde junho de 2013 coordena o Núcleo de Estudos Afro-Brasileiros da UEL. É representante da Associação Brasileira de Pesquisadores Negros – ABPN, na Região Sul.

Mais informações

Dr. Marcio Rodrigo Vale Caetano

Líder do Nós do Sul – Laboratório de Estudos e Pesquisas sobre Identidades, Currículos e Culturas, graduado em História pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ), com mestrado e doutorado em educação pela Universidade Federal Fluminense (UFF). Como parte dos estudos de pós-graduação, realizou estágio no Programa de Estudios Feministas do Centro de Investigaciones Interdisciplinarias en Ciencias y Humanidades da Universidad Nacional Autónoma de México (CEIICH- UNAM). Professor de Políticas Públicas da Educação na Universidade Federal do Rio Grande (FURG), orienta investigações desenvolvidas nos Programas de Pós-graduação em Educação e em História. A partir dos estudos feministas, decoloniais e queer, os temas de interesse e de pesquisa são: 1. desigualdades e marcadores sociais de diferenças; 2. currículos e culturas; 3. masculinidade(s)/homens; 4. população lésbica, gay, bissexual, travesti e transexual e 5. Gênero. É co-editor da Revista Momento: diálogos em educação. Entre 2013 e 2014, ocupou a secretaria executiva da Associação Brasileira de Estudos da Homocultura ? ABEH – e a suplência no Conselho Nacional de Combate à Discriminação e Promoção dos Direitos de LGBT da Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República. Atualmente é membro do Conselho Superior (CONSUN) da FURG.

Mais informações

Sátira Pereira Machado (UNIPAMPA)

satira.spm@gmail.com

Professora Adjunta no Bacharelado em Produção e Política Cultural da Universidade Federal do Pampa (Unipampa/Jaguarão-RS). Pós-Doutoranda em Comunicação no POSCOM/UFSM (2016). Doutora em Comunicação (Unisinos, 2013). Mestra em Letras (PUCRS, 2000), Bacharel em Comunicação (Famecos, 1995), Habilitação para o Magistério (IE, 1988). Coordenadora executiva do Projeto RS Negro (http://ebooks.pucrs.br/edipucrs/rsnegro/). Líder do Grupo de Pesquisa “CriaNegra: Cultura, Comunicação e Educação” (CriaNegra/CNPq), membro do NEABI Unipampa, diretora de relações internacionais da Associação Brasileira de Pesquisadores/as Negros/as (ABPN) e membro da Associação Brasileira de Pesquisadores e Profissionais de Educomunicação (ABPEducom). Atua na área de Comunicação, com ênfase na educomunicação e sua interface com as artes; a gestão e a produção cultural; a cidadania; os estudos de raça/etnia e de gênero; com foco nas culturas afro-brasileiras.

Mais informações

Sergio Luis do Nascimento (PUC-PR)

axesergio@yahoo.com.br

Doutor em Educação pela UFPR na linha de Políticas Educacionais. Possui graduação em Filosofia pela Pontifícia Universidade Católica do Paraná (1998), mestrado em Educação pela Universidade Federal do Paraná (2009). Atualmente é professor – Secretaria Estadual de Educação do Paraná e professor de Filosofia na Pontifícia Universidade Católica do Paraná – experiência na área de Educação, com ênfase em Filosofia da Educação, atuando principalmente nos seguintes temas: discursos racistas e relações raciais, relações raciais, livros didáticos, educação e currículo.

Mais informações

Dra. Petronilha Beatriz Gonçalves e Silva

Petronilha Beatriz Gonçalves e Silva tem experiência em ensino, pesquisa e extensão em Educação: relações étnico-raciais; práticas sociais e processos educativos; políticas curriculares e direitos humanos. É Professora Emérita da Universidade Federal de São Carlos. Em 21 de março de 2011 foi admitida, pela Presidenta da República Dilma Rousseff , na Ordem Nacional do Mérito, no Grau de Cavaleiro, em reconhecimento de sua contribuição à educação no Brasil. Em junho 2010 foi indicada como Somghoy Wanadu-Wayoo, ou seja conselheira integrante do Conselho do Amiru Shonghoy Hassimi O. Maiga, chefe do Povo Songhoy, no Mali. É Professora Titular em Ensino- Aprendizagem – Relações Étnico-Raciais, na condição de professora sênior, junto ao Departamento de Teorias e Práticas Pedagógicas do Centro de Educação e Ciências Humanas-UFSCar, pesquisadora junto ao Núcleo de Estudos Afro-Brasileiros da UFSCar. Integra o International Research Group on Epystemology of African Roots and Education , coordenado pela Drª Joyce E. King da Georgia State University/USA. Foi conselheira do World Education Research Association (WERA) representando a Associação Brasileira de Pesquisadores(as) Negros(as) (ABPN) (2009 – 2016). Foi conselheira, na condição de notório saber, do Conselho Nacional de Políticas de Igualdade Racial (2015 – 2016). Foi Conselheira da Fundação Cultural Palmares, nos termos da Portaria nº 141, de 28/12/2011. Por indicação do Movimento Negro, foi conselheira da Câmara de Educação Superior do Conselho Nacional de Educação, mandato 2002-2006. Nessa condição foi relatora do Parecer CNE/CP 3/2004 que estabelece as Diretrizes Curriculares Nacionais para a Educação das Relações Étnico-Raciais e para o Ensino de História e Cultura Afrobrasileira e Africana. Foi professora visitante junto a University of South Africa (1996), a Universidad Autonoma del Estado de Morelo, in Cuernavaca, México (2003), na Stanford University , USA, (em 2008 e em 2015). De 2007 a 2011 foi coordenadora do Grupo Gestor do Programa de Ações Afirmativas da UFSCar. Em 2011, recebeu homenagem da Secretaria Especial de Políticas de Promoção da Igualdade Racial (SEPPIR), das mãos da Ministra Luiza Helena Bairros, o prêmio Educação para a Igualdade, por ser a primeira mulher negra a ter assento no Conselho Nacional de Educação, por relevantes serviços prestados ao País e pela valiosa contribuição para a educação brasileira no combate ao racismo. Em 2001, recebeu reconhecimento da Câmara Municipal de Vereadores de São Carlos/SP, por seu compromisso em promover e desenvolver ações por uma educação de alta qualidade e pela luta por uma convivência tolerante, harmoniosa e sem preconceitos em nossa sociedade, bem como da Coordenadoria de Assuntos da População Negra da Prefeitura Municipal de São Paulo, o Prêmio Luiza Mahin, em reconhecimento por sua atuação em prol das mulheres negras.

Mais informações

Sônia Marques (UNIOESTE)

mrqs.sonia@gmail.com

Possui graduação em História pela Universidade Federal de Santa Maria (1987), Mestrado em Educação pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (2000) e Doutorado em Educação pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (2008). Atualmente é professora Adjunta no Curso de Pedagogia da Universidade Estadual do Oeste do Paraná, Campus de Francisco Beltrão. Professora do Programa de Pós-Graduação em Educação – Linha de pesquisa em História da Educação na Unioeste, Campus de Cascavel. Docente do Curso de Mestrado em Educação, Campus de Francisco Beltrão, linha de pesquisa: Cultura, Processos Educativos e Formação de Professores. Tem experiência na área de Educação, com ênfase em História da Educação, atuando principalmente nos seguintes temas: educação, história, identidade, comunidades quilombola, memória e ensino de história.

Mais informações

William  Gerson Matias (UFSC)

william.g.matias@ufsc.br

Possui graduação em Engenharia Sanitária e Ambiental pela Universidade Federal de Santa Catarina (1987), Mestrado (DEA) em Toxicologie de l’Environnement – Université de Metz (1993) e Doutorado Em Toxicologia Ambiental – Universite de Bordeaux II (1996). Pós-doutorado na Université du Québec à Montreal en Nanotoxicologia (2010). Atualmente é Professor Associado da Universidade Federal de Santa Catarina, Dep. de Engenharia Sanitária e Ambiental. Foi chefe do Departamento entre 2007 e 2008. Foi Coordenador do Programa de Pós-Graduação em Engenharia Ambiental entre 2012 e 2016. Foi Conselheiro na Câmara de Pós Graduação e Conselho Universitário da UFSC (2014-2016). É membro do Comitê de Ações afirmativas da UFSC. Tem experiência na área de Engenharia Sanitária e Ambiental, com ênfase em Qualidade da Água e Toxicologia Ambiental, atuando principalmente nos seguintes temas: Toxicidade de Efluentes e Águas Naturais, Genotoxicidade, Florações de Algas Tóxicas, Biotoxinas Marinhas, Análise de Risco Toxicológico e Nanotoxicologia.

Mais informações

Waldemir Rosa (UNILA)

waldemir.rosa@unila.com.br

Possui graduação em Ciências Sociais pela Universidade Federal de Goiás (2001), mestrado em Antropologia Social pela Universidade de Brasília (2006) e doutorado também em antropologia social pelo Museu Nacional da Universidade Federal do Rio de Janeiro (2014). Atualmente é professor de Antropologia, sub-área Diáspora Africana na América Latina e Caribe, na Universidade Federal da Integração Latino-Americana – UNILA. Temas de pesquisa: antropologia urbana, relações raciais, relações de gênero (enfoque em masculinidades), políticas afro-reparatórias, epistemologias do Sul, antropologia da educação e das políticas públicas.

Mais informações

back to top