GESTÃO ABPN (2016-2018)

Dra. Anna Maria Canavarro Benite

Doutora e Mestre em Ciências e Licenciada em Química (UFRJ/ 2005). Professora Associada e Coordenadora do PIBID QUÍMICA da Universidade Federal de Goiás. Coordenadora do Laboratório de Pesquisas em Educação Química e Inclusão – LPEQI da UFG (2006) onde instituiu em 2009 o Coletivo CIATA – Grupo de Estudos sobre a Descolonização do Currículo de Ciências, cujas ações desenvolvidas renderam em 2013 – Diploma de Reconhecimento por ação cotidiana na luta pela defesa, promoção e proteção dos direitos humanos em Goiás; em 2014 – Honra ao Mérito pela Assessoria Especial para Direitos Humanos e Cidadania; 2016- Prêmio Mulher Combativa pela Câmara Municipal de Goiás. Representante do Conselho Estadual de Promoção da Igualdade Racial do Estado de Goiás. Ativista do Grupo de Mulheres Negras Dandara no Cerrado. Membro do Conselho Nacional de Promoção da Igualdade Racial – CNPIR. (2016/2018),Coordenadora da Rede Goiana Interdisciplinar de Pesquisas em Educação Inclusiva – RPEI. Membro da Associação Brasileira de Pesquisa em Ensino de Ciências e Presidente da Associação Brasileira de Pesquisadores/as Negros/as. Assessora da Fundação de Amparo a Pesquisa do Estado de Goiás. Atua na área de Ensino de Química com foco nos seguintes temas: cultura e história africana no ensino de ciências, ensino de ciências de matriz africana e da diáspora, cibercultura na educação inclusiva e políticas de ações afirmativa.

Mais informações

Dra. Alessandra Pio Silva

Doutoranda e Mestre em Educação /UFRJ, Pedagoga/UFF, especialista em Administração Educacional/UCAM; com aperfeiçoamento em Educação e Relações Raciais (UFF/PENESB) e “Teoria e Questões Políticas da Diáspora Africana nas Américas” (UT-Austin/Criola-RJ). Professora SME/Duque de Caxias e Técnica em Assuntos Educacionais/Pedagoga do Colégio Pedro II/RJ desde 2004, onde foi eleita a primeira coordenadora do Núcleo de Estudos Afro-Brasileiros (NEAB). Instituiu o Grupo de Estudos, Pesquisas e Ações sobre Racismo e Relações Étnicorraciais e Indígenas (GEPARREI) e o Circuito Cultural Afro-Brasileiro do Colégio Pedro II, cujas atividades desenvolvidas renderam o 10º Prêmio Construindo a Igualdade de Gênero, do CNPq/ONU Mulheres/SPM, na categoria Escola Promotora da Igualdade de Gênero. Proponente e coordenadora de GTs sobre “Relações Raciais na Educação Básica” no Congresso de Pesquisadores Negros (COPENE) e outros eventos acadêmico-científicos. Membro da Diretoria da Associação Brasileira de Pesquisadores Negros (ABPN). Tem como interesses de pesquisa: identidade e educação da população negra; feminismos negros; avaliação e avaliação institucional; políticas de ações afirmativas.

Mais informações

Dra. Fernanda Souza de Bairros

Nutricionista (2004) e Mestre em Saúde Coletiva (2006) pela Universidade do Vale do Rio dos Sinos. Doutorado em Epidemiologia pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul , com período de Doutorado Sanduíche na Agència de Salut Pública de Barcelona, Espanha (2013). Pós-doutorado em Saúde Coletiva pela Universidade do Vale do Rio do Sinos (2016). Atualmente é Professora Adjunta da Universidade Federal do Rio Grande do Sul, atuando no Curso de Bacharelado em Saúde Coletiva e no Programa de Pós-Graduação em Saúde Coletiva. Atua também como pesquisadora colaboradora no Programa de Pós-graduação em Saúde Coletiva da Universidade do Vale do Rio dos Sinos. Possui experiência nas áreas de Nutrição, Saúde Coletiva e Epidemiologia. Desenvolve ensino, pesquisa e extensão principalmente nos seguintes temas: iniquidades em saúde, raça/cor, gênero e segurança alimentar e nutricional.

Mais informações

Dra. Ana Beatriz Sousa Gomes Bairros
Dra. Raquel Amorim dos Santos

Doutora em Educação pela Universidade Federal do Pará (UFPA), Linha de Pesquisa: Educação: Currículo, Epistemologia e História, Mestre em Educação (UFPA), Linha de Pesquisa: Currículo e Formação de Professores. Professora Adjunta A da Universidade Federal do Pará, Campus Universitário de Bragança, Faculdade de Educação. Pesquisadora do Núcleo de Estudos e Pesquisa sobre Formação de Professores e Relações Étnico-Raciais (GERA/UFPA). Pesquisadora do Grupo de Trabalho Populações Tradicionais, Etnicidade, Territorialidade e Política (UFPA/Campus Universitário de Bragança). Diretora das Áreas Acadêmicas da Associação Brasileira de Pesquisadores Negros – ABPN (2017-2018). Associada a ANPED – Associação Nacional de Pós-Graduação e Pesquisa em Educação, ANPAE – Associação Nacional de Política e Administração da Educação e ABPN. Graduada em Pedagogia pela Universidade da Amazônia (UNAMA). Tem experiência na área de Educação, com ênfase em Relações Étnico-Raciais, Currículo, Formação de Professores, Política Educacional, Educação Básica e Didática, atuando principalmente nos seguintes temas:Relações Étnico-Raciais, Política Curricular, Currículo, Formação de Professores, Didática, Planejamento Educacional, Teorias do Currículo, Planejamento e Organização do Processo Ensino Aprendizagem, Avaliação Educacional, Teoria das Representações Sociais e Análise do Ciclo de Políticas.

Mais informações

COORDENAÇÃO LOCAL

Eliane Santana Dias Debus (UFSC)

elianedebus@hotmail.com

Possui graduação em Letras Licenciatura Português e Inglês pela Fundação Educacional de Criciúma (1991), mestrado em Literatura pela Universidade Federal de Santa Catarina (1996) e doutorado em Lingüística e Letras pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (2001). Atualmente é professora da Universidade Federal de Santa Catarina, atuando no Departamento de Metodologia de Ensino e no Programa de pós-Graduação em educação.. É líder do Grupo de Pesquisas LITERALISE: Grupo de pesquisa em literatura Infantil e juvenil e práticas de mediação literária, da Universidade Federal de Santa Catarina. Tem experiência na área de Educação e Letras, com ênfase em Literatura Infantil e Juvenil, atuando principalmente nos seguintes temas: literatura infantil, literatura infantil e juvenil, formação de leitores, formação de professores e leitura literária.

Mais informações

Paulino de Jesus Cardoso (UDESC)

paulino.cardoso@gmail.com 

Possui graduação em História pela Universidade Federal de Santa Catarina (1988), mestrado em História pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (1993) e doutorado em História pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (2004). Pró-Reitor de Extensão, Cultura e Comunidade da UDESC (2008/2012), membro da Comissão Assessora de Diversidade para Assuntos Relacionados a Educação dos Afro-Brasileiros – CADARA/MEC (2003/2015), membro do Conselho Nacional de Promoção da Igualdade Racial – CNPIR/SEPPIR (2012/2016), presidente da Associação Brasileira de Pesquisadores Negros – ABPN (2012-2017). Atualmente é Diretor da Associação de Investigadores Negros da América Latina e Caribe (AINALC), Secretário Nacional de Educação da União de Negros pela Igualdade – UNEGRO, Coordenador do Núcleo de Estudos Afro-Brasileiros da UDESC, consultor – Casa das Áfricas, membro de Comissão Acompanhamento da Lei de Cotas do Ministério da Educação e professor associado – dedicação integral da Universidade do Estado de Santa Catarina. É Tem experiência na área de História, com ênfase em História e Populações de Origem Africana no Brasil e Em Santa Catarina, atuando principalmente nos seguintes temas: negros, história, educação, Santa Catarina e populações de origem africana.

Mais informações

Dra. Joana Célia dos Passos

Possui graduação em Pedagogia, Mestrado (1997) e Doutorado em Educação (2010) pela Universidade Federal de Santa Catarina. Realizou estágio Pós-doutoral em Sociologia Política no PPGSP/UFSC. Atualmente é docente no Departamento de Estudos Especializados em Educação do Centro de Ciências da Educação/UFSC na área Organização de Processos Educativos e na disciplina Diferença, Estigma e Educação. É líder do grupo de estudos e pesquisas Alteritas: Diferença, Arte e Educação e vice-líder do Núcleo Vida e Cuidado (NUVIC) ambos do Centro de Educação da UFSC, e pesquisadora associada ao Instituto Nacional de Ciência e Tecnologia em Inclusão no Ensino Superior e na Pesquisa ? Núcleo de Santa Catarina (INCTi-SC/UFSC). Foi consultora da UNESCO e do PNUD na formulação de políticas DE educação de jovens e adultos. É membro do Fórum Estadual de Educação das Relações Étnico-Raciais. Atualmente é Coordenadora de Relações Étnico-Raciais na Secretaria de Ações Afirmativas e Diversidades (CRER/SAAD) na UFSC. Desenvolve pesquisas em Educação e Relações Raciais, com foco em: política curricular, educação de jovens e adultos, formação de professores e ações afirmativas.

Mais informações

COORDENAÇÃO EXECUTIVA

Eliane Santana Dias Debus (UFSC)

elianedebus@hotmail.com

Possui graduação em Letras Licenciatura Português e Inglês pela Fundação Educacional de Criciúma (1991), mestrado em Literatura pela Universidade Federal de Santa Catarina (1996) e doutorado em Lingüística e Letras pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (2001). Atualmente é professora da Universidade Federal de Santa Catarina, atuando no Departamento de Metodologia de Ensino e no Programa de pós-Graduação em educação.. É líder do Grupo de Pesquisas LITERALISE: Grupo de pesquisa em literatura Infantil e juvenil e práticas de mediação literária, da Universidade Federal de Santa Catarina. Tem experiência na área de Educação e Letras, com ênfase em Literatura Infantil e Juvenil, atuando principalmente nos seguintes temas: literatura infantil, literatura infantil e juvenil, formação de leitores, formação de professores e leitura literária.

Mais informações

Carlos Alberto Silva (FURB)

carlosnago@yahoo.com.br

Doutor em Ciências da Linguagem pela Universidade do Sul de Santa Catarina (2016), mestre em Literatura Brasileira pela Universidade Federal de Santa Catarina (2003) e graduação em Letras pela Fundação Universidade Regional de Blumenau (1997). Coordenador do Núcleo de Estudos Negros (Neab/Furb). Apresentador do programa semanal Batuque na Cozinha pela Furb FM e apresentador do programa semana de entrevistas Cidadania em Debate pela Furb TV. Tem experiência na área de Comunicação, com ênfase em Organização Editorial de Jornais, atuando principalmente nos seguintes temas: arte; cultura negra (samba); publicidade; propaganda, slogan, marca, identidade, jornalismo; crônica; jornalismo; narrativa; literatura e imagem; revista; publicidade; propaganda.

Mais informações

Paulino de Jesus Cardoso (UDESC)

paulino.cardoso@gmail.com 

Possui graduação em História pela Universidade Federal de Santa Catarina (1988), mestrado em História pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (1993) e doutorado em História pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (2004). Pró-Reitor de Extensão, Cultura e Comunidade da UDESC (2008/2012), membro da Comissão Assessora de Diversidade para Assuntos Relacionados a Educação dos Afro-Brasileiros – CADARA/MEC (2003/2015), membro do Conselho Nacional de Promoção da Igualdade Racial – CNPIR/SEPPIR (2012/2016), presidente da Associação Brasileira de Pesquisadores Negros – ABPN (2012-2017). Atualmente é Diretor da Associação de Investigadores Negros da América Latina e Caribe (AINALC), Secretário Nacional de Educação da União de Negros pela Igualdade – UNEGRO, Coordenador do Núcleo de Estudos Afro-Brasileiros da UDESC, consultor – Casa das Áfricas, membro de Comissão Acompanhamento da Lei de Cotas do Ministério da Educação e professor associado – dedicação integral da Universidade do Estado de Santa Catarina. É Tem experiência na área de História, com ênfase em História e Populações de Origem Africana no Brasil e Em Santa Catarina, atuando principalmente nos seguintes temas: negros, história, educação, Santa Catarina e populações de origem africana.

Mais informações

Dra. Joana Célia dos Passos

Possui graduação em Pedagogia, Mestrado (1997) e Doutorado em Educação (2010) pela Universidade Federal de Santa Catarina. Realizou estágio Pós-doutoral em Sociologia Política no PPGSP/UFSC. Atualmente é docente no Departamento de Estudos Especializados em Educação do Centro de Ciências da Educação/UFSC na área Organização de Processos Educativos e na disciplina Diferença, Estigma e Educação. É líder do grupo de estudos e pesquisas Alteritas: Diferença, Arte e Educação e vice-líder do Núcleo Vida e Cuidado (NUVIC) ambos do Centro de Educação da UFSC, e pesquisadora associada ao Instituto Nacional de Ciência e Tecnologia em Inclusão no Ensino Superior e na Pesquisa ? Núcleo de Santa Catarina (INCTi-SC/UFSC). Foi consultora da UNESCO e do PNUD na formulação de políticas DE educação de jovens e adultos. É membro do Fórum Estadual de Educação das Relações Étnico-Raciais. Atualmente é Coordenadora de Relações Étnico-Raciais na Secretaria de Ações Afirmativas e Diversidades (CRER/SAAD) na UFSC. Desenvolve pesquisas em Educação e Relações Raciais, com foco em: política curricular, educação de jovens e adultos, formação de professores e ações afirmativas.

Mais informações

Dr. Elison Antonio Paim

Possui graduação em História pela Universidade Federal de Santa Maria (1986), mestrado em História pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (1996) e doutorado em Educação pela Universidade Estadual de Campinas (2005). Professor Adjunto da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), lotado no Departamento de Metodologia de Ensino (MEN) do Centro de Educação. Vice-coordenador do Mestrado Profissional em Ensino de História de junho de 2014 a junho de 2016. Coordenador do Programa de Pós-Graduação em Educação – PPGE. Professor Permanente do Programa de Pós-Graduação em Educação (PPGE). Vice-líder do Grupo de Pesquisas Patrimônio, Memória e Educação (PAMEDUC -UFSC), vice-líder do Grupo de Pesquisas Rastros (USF), membro do Grupo de Pesquisas Kairós (Unicamp) , Tem experiência na área de História e Educação, com ênfase em Praticas de Ensino, Experiências de Ensino. Desenvolve trabalhos de Ensino, Pesquisa e orientação de Tcc, mestrado e doutorado nos seguintes temas: estagio; formação docente; experiencia, memória; fazer-se professor, historia; ensino de historia, memória e patrimônio cultural, educação para as relações étnico raciais.

Mais informações

Fábio Garcia (CMC/Florianópolis-SC)

fabiogarciahistoria@hotmail.com

Possui graduação em História pela Universidade Federal de Santa Catarina (2006). Atua principalmente nos seguintes temas: intelectuais, identificações negras, memória.

Mais informações

Azânia Mahin Romão Nogueira (UFSC)

azaniarn@gmail.com

Geógrafa pela Universidade Federal de Santa Catarina. Mestranda do Programa de Pós-Graduação em Geografia da Universidade Federal de Santa Catarina, na linha Dinâmicas e Configurações de Espaços Rural, Urbano e Regional. Participa do Núcleo Vida e Cuidado (NUVIC).

Mais informações

Camila da Silva Santana (UFSC)

camilasantaana@gmail.com

Mestranda em educação na linha- Ensino e formação de Educadores da Universidade Federal de Santa Catarina. Formada no Curso de Pedagogia da Universidade Federal de Santa Catarina – UFSC. Integrante do Núcleo de Estudos e Pesquisas sobre as Violências – NUVIC (Centro Ciências da Educação Universidade Federal de Santa Catarina) e Alteritas – grupo de estudos e pesquisas sobre Diferença, Arte e Educação – Pesquisadora no Projeto de Pesquisa Ações Afirmativas: Ensino, Pesquisa e Extensão na perspectiva da educação das relações étnico e -raciais.

Mais informações

Ana Paula Ludwig Noronha

Formada em Magistério – Habilitação em Séries Iniciais. Atualmente é graduanda em Pedagogia no Centro de Ciências da Educação/UFSC. É membro do ACOLHER/NUVIC-UFSC – NÚCLEO VIDA E CUIDADO: ESTUDOS E PESQUISAS SOBRE VIOLÊNCIAS, onde desenvolve pesquisa acerca da Corporeidade e Dança. É membro do ALTERITAS – Grupo de Estudos sobre Diferença, Arte e Educação, pesquisando sobre a relação Diferença, Arte e Formação de Professores com vistas a valorizar a singularidade e promover o diálogo na pluralidade. Participa do PROJETO PRÁTICAS CORPORAIS – CDS/UFSC, onde realiza estudos sobre a importância das práticas corporais com enfoque na Dança, para o desenvolvimento humano e suas relações no processo de ensino-aprendizagem. Desenvolve atividades como Coordenadora Pedagógica(Bolsista SIARE), no MBISC – BU/UFSC (Museu do Brinquedo da Ilha de Santa Catarina). Possui experiência na área de Educação, de Artes/Dança e do Brincar e suas relações com o aprendizado e nas infâncias, considerando principalmente as questões étnico-raciais. Links Grupos e Núcleos de Pesquisa: – http://dgp.cnpq.br/dgp/espelhogrupo/2967526486237674http://dgp.cnpq.br/dgp/espelhogrupo/9250751163779369

Mais informações

Dandara Manoela Santos

Estudante de Serviço Social na Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). Participou da Coordenação Nacional da ENESSO (Executiva Nacional dos estudantes de Serviço Social), responsável pelas pastas de combate às opressões e cultura – gestão 2014/2015 . Participa do grupo de pesquisa Alteritas: Diferença, Arte e Educação, sediado no Centro de Educação da UFSC. (Possui interesse nas áreas: relações étnico raciais, gênero, arte e cultura e movimentos sociais em geral).

Mais informações

Fanny Vidigal

Gisele Karine Santos de Souza

Possui graduação em Gestão Financeira pela Universidade do Extremo Sul Catarinense(2013). Atualmente é Bolsista de Extensão da Universidade do Estado de Santa Catarina. Tem experiência na área de Ciência da Informação, com ênfase em Biblioteconomia.

Mais informações

Ivanilde de Jesus dos Santos Ferreira

É graduada no Curso de Pedagogia da Universidade Federal de Santa Catarina – UFSC(2015).Mestranda no Programa de Pós Graduação em Educação pela Universidade Federal de Santa Catarina. Atuou como bolsista do Projeto Acolher: Acolhimento e inserção de estudantes cotistas na cultura acadêmica da UFSC. Atualmente integra o Núcleo de Estudos e Pesquisas sobre as Violências – NUVIC (Centro Ciências da Educação Universidade Federal de Santa Catarina) e o grupo de estudos e pesquisas Alteritas: Diferença, Arte e Educação . Atua como pesquisadora no Projeto de Pesquisa de Ações Afirmativas: Ensino, Pesquisa e Extensão na perspectiva da educação das relações étnico-raciais, e também, pesquisa temas na área da Educação, com ênfase em: infância, relações étnico-raciais e ações afirmativas. E professora na rede municipal de ensino em Florianópolis.

Mais informações

Joseane Pinho Corrêa

Contramestra de Capoeira formada pelo Mestre Nô da Associação Brasileira Cultural de Capoeira Angola Palmares, com sede em Salvador – Bahia. Professora de Educação Física da Rede Municipal de Ensino de Florianópolis e Coordenadora do Projeto Capoeira na Rede. Mestranda do Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade Federal de Santa Catarina. Integrante do Grupo de Estudos Alteritas: diferença, arte e educação., coordenado pela Professora Joana Célia dos Passos do Centro de Educação da Universidade Federal de Santa Catarina.

Mais informações

Josiane Beloni de Paula

Doutoranda em Educação pela Universidade Federal de Santa Catarina – UFSC, na linha de pesquisa Sociologia e História da Educação – SHE – Bolsista CNPQ. Mestra em Educação pela Universidade Federal de Pelotas – UFPel (2014), na linha de pesquisa Filosofia e História da Educação – FHE. Especialista em Orientação Educacional – EAD – pela Universidade Católica Dom Bosco (Portal da Educação – 2016). Especialista em Educação: Educação Infantil – UFPel (2007), Graduada em Licenciatura e Bacharelado em Ciências Sociais – UFPel (2005). Integrante do Grupo de Pesquisas Patrimônio, Memória e Educação (PAMEDUC -UFSC) e do Grupo de Pesquisas Rastros da Universidade São Francisco – SP (USF), e do Grupo de Pesquisa Filosofia, Educação e Práxis Social (FEPráxiS) – do Núcleo de Estudos Paulo Freire (UFPel), Possui experiência na área de Educação, como professora de anos iniciais (2003 a 2009) na rede pública municipal de ensino em Pelotas-RS, também exerceu o cargo de Conselheira Tutelar (2009 a 2016), na cidade de Pelotas-RS, professora colaboradora do Serviço Nacional de aprendizagem Comercial – SENAC/Pelotas-RS(2015), na formação continuada de professores. Realiza estudos com ênfase principalmente nos seguintes temas: Educação, etnia negra, infância, práticas de resistência, Paulo Freire, processos formativos de professores, sociologia e africanidades.

Mais informações

Maíra Pires Andrade

Graduada em História ( Licencituara e Bacharelado) pela UDESC em 2015. Mestranda do Programa de Pós-Graduação em História do Tempo Presente da Universidade do Estado de Santa Catarina (UDESC), na linha de pesquisa Culturas Políticas e Sociabilidades. Graduada em História(licenciatura e bacharelado) pela Universidade do Estado de Santa Catarina. Atualmente é bolsista CAPES. Foi bolsista de IC no projeto coordenado pela professora Cristiani Bereta da Silva vinculado ao CNPq chamado de Nação e Região: uma leitura a partir das culturas política e das políticas para o ensino de História em Santa Catarina nas décadas de 1930 a 1940. Atua também no Grupo de Pesquisa Ensino de História, memória e culturas pertencente a linha de pesquisa Culturas Políticas e Sociabilidades. Participa das reuniões do Grupo de Estudos do Laboratório de Ensino de História (LEH) realizadas entre agosto de 2013 e Julho de 2015.

Mais informações

Nattana Marques Pires

É graduanda em Farmácia Atualmente é bolsista no Núcleo de Vida e Cuidados (NUVIC): Estudos e pesquisa sobre a violência. E no Grupo Alteritas: diferença, arte e educação, coordenado pela Prof(a). Dr(a). Joana Célia dos Passos na Universidade Federal de Santa Catarina.

Mais informações

Pamela Cristina dos Santos

Formada em Pedagogia pela Universidade Federal de Santa Catarina. Pesquisadora do Núcleo Vida e Cuidado: Estudos e Pesquisas sobre Violências (NUVIC/UFSC) e do Grupo de Pesquisa Alteritas: Diferença, Arte e Educação. Atualmente Professora da Rede Estadual de Ensino de Santa Catarina. Atuando principalmente nos seguintes temas: racismo,violências, Redes de Proteção e crianças.

Mais informações

Patrícia Magalhães Pinheiro

Doutoranda do Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), na linha de pesquisa Sociologia e História da Educação. Participante dos Grupos de Pesquisa: Patrimônio, Memória e Educação (PAMEDUC – UFSC); Educação e Patrimônio Cultural: entretecendo memórias e histórias da/na ilha de Santa Catarina (UFSC) e Rastros: História, Memória (USF). Mestra em Educação em Ciências e Matemática pela Universidade Federal de Goiás (UFG), onde desenvolvi pesquisas na área da Educação Escolar Indígena com ênfase na Formação Superior de Professores Indígenas e Graduada em Ciências Biológicas, Licenciatura Plena, também pela UFG. Possui experiência na área da Educação: como professora do Ensino Superior atuando na formação de professores de Ciências Biológicas na Faculdade Araguaia – Goiânia (2013); como professora de Ciências da Rede Municipal de Educação de Florianópolis (2015-2017); como professora pesquisadora formadora no Programa Escola da Terra, na formação continuada de professores do Planalto Norte Catarinense – UFSC (2017).

Mais informações

Priscila Cristina Freitas

Mestrado em Educação, pelo Programa de Pós Graduação da Universidade Federal de Santa Catarina – UFSC, Linha de pesquisa Ensino e Formação de Educadores. Graduada em Pedagogia – Habilitação em Educação Infantil pela Universidade do Estado de Santa Catarina – UDESC. Participa do Núcleo Vida e Cuidado – NUVIC/UFSC e integrante do Alteritas – grupo de estudos e pesquisas sobre Diferença, Arte e Educação – UFSC. É pesquisadora associada do Núcleo de Estudos Afro-Brasileiros da Universidade do Estado de Santa Catarina – NEAB/UDESC. Área de estudo hoje em dia, Educação das Relações Étnico Raciais e Educação Infantil.

Mais informações

Stela Marcia Moreira Rosa

Doutoranda do Programa de Pós-Graduação em Educação pela Universidade Federal de Santa Catarina. Possui graduação em Comunicação Social pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (2000), graduação em Programa Especial de Formação de Docente pela Universidade Católica de Brasília (2013) e mestrado em Programa de Pós-Graduação em Educação – PPGE/UFSC pela Universidade Federal de Santa Catarina (2016). Atuou em consultoria para a Secretaria Nacional de Direitos Humanos da Presidência da República, na gestão de processos de inserção de pessoas com deficiência, e para a Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica, Ministério da Educação, na gestão de políticas educacionais, entre elas a implantação do Programa Nacional Mulheres Mil. Tem experiência na área de Comunicação, com ênfase em reportagem e editoração de portal e livros, e na área da educação, ministrando oficinas e cursos, atuando principalmente nos seguintes temas: gênero, educação de jovens e adultos, educação profissional e tecnológica. Desenvolve pesquisas em Educação e Relações Raciais, com foco em: política curricular, educação de jovens e adultos, formação de professores, gênero e educação e ações afirmativas.

Mais informações

Tatiana Valentin Mina Bernardes

Graduação em pedagogia pela Universidade Federal de Santa Catarina. Pós-graduação latu senso em educação infantil e anos iniciais do ensino fundamental pela Universidade do Sul de Santa Catarina. Mestranda em Educação pelo Programa de Pós Graduação em Educação da Universidade Federal de Santa Catarina. Professora efetiva de Educação Infantil desde 2002 pela Prefeitura Municipal de Florianópolis. Pesquisadora e membro do grupo LITERALISE, grupo de pesquisa da Literatura Infantil e Juvenil relacionada às práticas de mediação literária em educação básica e superior, coordenado pelas professoras Dra. Eliane Debus, Dra. Simone Cintra e Me. Maria Laura Pozzobon Spengler da Universidade Federal de Santa Catarina. Pesquisadora e membro do grupo Alteritas: Diferença, Arte e Educação coordenado pela Profa Dra. Joana Célia dos Passos. Desde 2013 é assessora pedagógica na Diretoria de Educação Infantil da Secretaria de Educação do Município de Florianópolis. Atualmente vem realizando estudos referentes à Educação das Relações Étnico Racial na Educação Infantil.

Mais informações

Ticiane Caldas Abreu

Acadêmica no curso de licenciatura em História pela Universidade do Estado de Santa Catarina. Bolsista de Iniciação Cientifica do Projeto O Ensino de História de Áfricas em Santa Catarina: questões e perspectivas e bolsista voluntária no Projeto de Extensão Extensão Espaço de Referência Ações Afirmativas (ERAA), todos projetos vinculados ao Núcleo de Estudos Afro-brasileiros (NEAB/UDESC). Atua como coordenadora da Gestão Estudantil Universitária Integrar (GESTUS).

Mais informações

Zâmbia Osório dos Santos

Mulher negra, Bacharelada e licenciada pela Universidade Federal de Santa Catarina (2014). Atualmente Mestranda em Educação pelo Programa de Pós Graduação em Educação da Universidade Federal de Santa Catarina. É pesquisadora e membro do grupo LITERALISE, grupo de pesquisa da Literatura Infantil e Juvenil relacionada às práticas de mediação literária em educação básica e superior, coordenado pelas professoras Dra. Eliane Debus, Dra. Simone Cintra e Me. Maria Laura Pozzobon Spengler da Universidade Federal de Santa Catarina. Pesquisadora e membro do grupo Alteritas: Diferença, Arte e Educação coordenado pela Profa Dra. Joana Célia dos Passos.

Mais informações

Ana Paula Evaristo Russi

back to top